Uma luz

Depois de inúmeras brigas, e promessas de “nunca mais”; depois de Jesses e Marianos, depois de acreditar que não tinha nenhuma recuperação, as coisas acabam indo pro lado que a gente até planejou, mas já tinha desistido que funcionaria.

Não que eu vá voltar, porque não vou. Mas aquela teoria de que “o que falta é só tempo” estava mais que certa. Mais cedo ou mais tarde seria provado.

Só que perdão e confiança são coisas bem mais difíceis e complicadas.

(Coisas que o tempo também pode resolver, mas de outra forma.)

Bem mais.

Facebook comments:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>