Dois achados na Benedito Calixto

Isso não é um publieditorial.

Já moro em São Paulo há dois anos, em Pinheiros, mas nunca tinha ido na feirinha da Benedito Calixto. Logo que cheguei aqui, até passei por lá alguns sábados durantes minhas buscas de apartamento, mas não tinha tempo de dar a devida atenção. Resolvi corrigir essa situação vergonhosa e chamei uma amiga que curte um garimpo pra me acompanhar no que acabou sendo uma ótima supresa – fiquei 5 horas lá!
Não fui preparada pra pesquisar achados pro blog, mesmo porque ainda não tenho o espírito blogueira completamente instaurado, mas quando vi algumas coisas resolvi fotografar com o celular mesmo! Vamos lá:


Já faz um tempão que eu estou buscando umas fotos bacanas pra dar uma graça pro meu apartamento enquanto não fico rica pra investir em quadros de verdade. Já estava com duas fotos específicas na cabeça: o beijo do Doisneau e a V-J Day, que é outra foto de beijo antológica feita pelo Alfred Eisenstaedt de um casal anônimo no meio da Time’s Square, logo que foi anunciado o fim da Segunda Guerra (e a vitória dos aliados).
Le baiser de l’hotel de ville – Robert Doisneau


V-J Day – Alfred Eisenstaed

Dei de cara com as duas logo que cheguei na feira e fiquei surpresa com a seleção (e os preços) dessa banquinha. É super comum encontrar esse tipo de gravura em feirinhas no exterior, mas aqui em SP eu nunca tinha visto (a não ser emolduradas, por preços exorbitantes, em lojas de decoração). Ontem mesmo, a Lalá colocou esse item na wishlist dela pra nyc.



Na banca do Roberto tem reproduções vários posters de filmes famosos (Almodóvar, Kubrick, etc), de Bandas (uma seção inteira dos Beatles) e dá-lhe Bob Marley, Elvis, James Dean, Audrey e Marilyn. Só clássicos. Além dos beijos, acabei levando dois posters lindos de filmes que me marcaram, mas deixei muita coisa pra trás que, se ainda sobrar espaço na minha parede, vou voltar pra buscar. Custam R$ 40,00 emolduradas e R$15,00 só a gravura.


No meio de tanta antiguidade, uma banca específica me chamou a atenção. Não era a única banca que vendia óculos (quase todas têm pelo menos um par), nem a que vendia só óculos (as outras tinhas uma pegada muito camelô), mas a única especializada em óculos vintage! Cheguei pra experimentar e já engatei um papo com o seu Iberê, que sabia tudo sobre a época, marca e modelo de cada item que eu pegava para ver. Foi nessa surpresa que deu o estalo que eu tinha que fotografar a banca para dar a dica! Gucci dos anos 60, Armani dos anos 70, raybans de todos os modelos e períodos, armação para óculos de grau… até mostrar a diferença no peso dos óculos de época para época o sr. Iberê mostrou. Fiquei tão encantada que acabei levando um Gucci da década de 70. O preço não é dos mais amigos, tem óculos até de 380 reais (a maioria está na faixa de R$200), mas me convenceu. Nunca tinha visto nada igual.

Ambas as bancas também participam da feirinha de domingo do Bixiga.

Alguém tem mais alguma dica para dividir?

Facebook comments:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>